2016 - 2018
Literatura Digital Infantil: Práticas de leitura no contexto familiar
Descrição: O objetivo da pesquisa é analisar como crianças de 3 a 10 anos de idade leem app books literários (livros literários digitais) no contexto familiar. Para tanto, foi realizada, inicialmente, uma pesquisa de campo com três grupos de leitores – Grupo 1: Gabriel, 3 anos; Grupo 2: Elena, 4 anos e Isabella, 7 anos; Grupo 3: Ana Paula, 8 anos e Rafael, 10 anos. Previamente aos encontros, além de entrevistas com os pais, também foram selecionados e analisados oito app books e preparados roteiros de leitura a serem executados junto às crianças. Os encontros foram realizados na residência de cada família, onde foram gravados vídeos dos leitores em interação com as obras literárias digitais.  Os principais resultados da pesquisa apontam para quatro tipos predominantes de reações, por parte dos leitores infantis: a) o zappeamento e o reconhecimento dos aplicativos literários como “jogos digitais”; b) insegurança para explorar os recursos dos aplicativos; c) engajamento espontâneo e; d) prazer estético-literário durante a leitura dos textos visuais e das animações. Na primeira reação verificada (a), constatou-se que o Grupo 1, principalmente, tentou acessar outros aplicativos de jogos ou partes dos app books que proporcionavam um maior nível de entretenimento. Por outro lado, o Grupo 2 manifestou insegurança (b) diante das possibilidades interativas dos app books, permanecendo imóveis em alguns momentos das práticas de leitura. Das reações observadas, quatro aspectos garantiram o engajamento espontâneo (c) e envolvimento durante a leitura nos três grupos de leitores, os quais são: a tatilidade dos dispositivos, os recursos de interação, as ilustrações e a ludicidade. Por último, em relação aos elementos estéticos-literários dos aplicativos, foi possível concluir que os desenhos e ilustrações criadas, principalmente para os aplicativos Spot, Mini Zoo e Chomp, chamaram a atenção das crianças durante a leitura. Uma das principais conclusões a que se pode alcançar com este estudo está relacionada com a presença de um mediador adulto durante a prática da leitura literária digital. Embora não tenham sido previstas atividades com uma mediação mais diretiva, tal fato permitiu verificar que o próprio dispositivo (tablet, ipad) exerce o papel do mediador.
Bolsa: CAPES/PROSUP
Link para leitura da pesquisa completa
2018 - 2022
Cartografando experiências sensoriais com a Realidade Virtual na Arte
Descrição: O objetivo deste projeto é cartografar processos de implementação da Realidade Virtual (RV) nas aulas de Artes (em construção) .
Bolsa: CAPES/PROEX

© 2018 por Roberta Gerling Moro. Todos os direitos reservados. Orgulhosamente criado por Wix.com

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now